domingo, 3 de abril de 2011

Paradas de ônibus

Você sabe quantas paradas de ônibus existem em Viçosa?
De quem é a responsabilidade da instalação e conservação das mesmas?
Você está satisfeito com os pontos de onibus de nossa cidade?
Amanhã vamos debater no programa Cidade Alerta, sobre o tema.
De sua opinião no e-mail  do programa , para nos ajudar cidadealertavicosa@hotmail.com
Vamos lançar uma campanha , para que todas as paradas de ônibus de nossa cidade possam ter cobertura e que sejam limpas diáriamente.
Para voce ter uma idéia, em minha terra Brasilia, existem paradas de ônibus que até biblioteca pública tem, só que com um detalhe, não existe ninguém fiscalizando, voce pega o livro, leva para casa  e depois devolve, não há qualquer controle, é simplesmente você e sua conciência.
Será que podemos implantar a mesma proposta aqui em Viçosa?
Quero implantar essa proposta  e enfrentar este desafio . 
Que tal lançarmos o nome desse projeto como (PARADA CULTURAL)
Você me ajuda?

4 comentários:

  1. Vou começar respondendo sua pergunta: eu ajudo!!

    Excelente idéia!!!
    Não acho uma idéia sonhadora, acho que é uma realidade que tem que ser mudada.
    E tem que ser feita de alguma forma começando por alguém. Tocar a população individualmente.
    Abrir oportunidade para que as pessoas possam mudar...
    A cultura engrandece. E é disso que o povo precisa para ser mais humano, mais sensível a tudo e todos e mais honesto até.

    Tem que tentar sim Paulinho.

    E mesmo que levem para casa os livros e não devolvam no começo tem que se insistir até se acostumarem.
    Em Brasília dá certo não dá?
    Aqui pode dar também...

    (fico pensando naqueles meninos vendendo balas na rua que vão parar pra ler, já que não vão pra casa estudar que estudem na rua)

    Quem sabe isso é um começo para se mudar a realidade da cidade em questões culturais e outras?
    Uma coisa puxa a outra como falei... mais paz, menos violência e mais amor um com o outro...

    Idealismo, utopia?

    Que seja enquanto não sai do papel.. Depois é arregaçar as mangas e tentar...

    Como todo projeto que se espera um retorno satisfatório, pode ser demorado...
    "mas uma maneira de não ver resultado nenhum é não começando"

    Siga em frente e que Deus te abençoe...

    ResponderExcluir
  2. ahhh... ja´tenho livros pra doar....rs

    ResponderExcluir
  3. Quanto aos pontos de ônibus, alguns da cidade até atendem ao básico, com uma cobertura mínima e bancos (dentre esses, os que eu frequento estão em bom estado de conservação). Porém muitos só tem mesmo a placa. O ponto da "rodoviária" é muito movimentado e não conta com nenhum banco para que as pessoas, em especial as idosas, possam esperar. E conta com a cobertura do toldo da loja na frente do qual todos tem que se amontoar, atrapalhando a circulação da loja e da própria calçada.

    Quanto a ideia da parada cultural ela é excelente; Poderia ser usada inclusive para revistas e jornais, já que muitas pessoas se desfazem de revistas semanais, ou jornais do dia anterior porque não tem um local para socializar esta leitura.
    E, claro, é de se esperar que haja certa depredação, mas temos de ter esperança de que não seja grande a ponto de inviabilizar o projeto. Em muitos ligares há campanhas para que as pessoas "abandonem" livros em locais públicos, com instruções para que as pessoas leiam e depois passem para frente. Sempre ouvi relatos de que dá certo. E, mesmo que algumas pessoas fiquem com o livro, isso pode ser encarado como interesse despertado pelo livro, que muitas vezes a população não tem condições de comprar. E outras doarão de forma espontânea, tenho certeza (eu sou uma delas, a pessoa de cima também). E acho que em cada livro deve haver uma "propaganda" da biblioteca pública da cidade, que muitas pessoas nem sabem que existe.

    ResponderExcluir
  4. Concordo com Mary sobre os bancos que faltam em pontos de onibus.. e quando tem alguns já estão em estado ruim de conservação...É muito desconfortante um ponto sem banco...
    Talvez também até uma cobertura mais larga para casos de chuva e mesmo sol...
    A cidade precisa olhar o povo..Acho que são coisas a zelar em questões até estéticas (já que temos uma universidade que é modelo dentro de Viçosa) e principalmente pelo povo que merece um respeito maior...

    E continuando sobre a "Parada Cultural" Paulinho, interessante também as revistas, mas se pudéssemos focar mais nos livros seria mais cultural, ou então revistas mais culturais, de conteúdo, ex.:veja, época, crescer, pais e filhos, globo rual e aí vai e com certeza menos revistas "caras" e similares, essas com certeza não trazem cultura nenhuma..

    Acho que irá concordar comigo.. .
    Nesse caso haverá um esforço e dedicação quanto a seleção, mas se queremos mudar a cultura de um povo, tem que ser assim não é? Radicalizar mesmo (não esqueço de Chico Simões)
    Penso eu...Uma boa quarta de Cidade Alerta...

    ResponderExcluir